Parceiro Magalu

Parceiro Magalu
Aproveitem as Ofertas

CBN

domingo, 26 de julho de 2020

ENEM 2020: Centro universitário disponibiliza curso preparatório gratuito e online para todo o Brasil


  Interessados em prestar o ENEM, em 2021, poderão acessar os conteúdos preparados por docentes dos Centros Universitários - UniFAJ e UniMAX.

Fonte: Assessoria de Imprensa Unimax
As instituições de ensino superior UniFAJ, UniMAX, FAAGROH e EAD UniFAJ lançaram nesta quarta-feira (22), um curso preparatório para o ENEM - Exame Nacional do Ensino Médio, no formato online, gratuito e disponível para todo o território nacional. 

As matérias das aulas serão baseadas nas cinco áreas de conhecimento abordadas no exame, que são:  Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; e Matemática e suas Tecnologias.

Os conteúdos são elaborados e ministrados por tutores qualificados nos temas e o estudante percorrerá módulos de estudos que serão liberados a cada dois meses. Iniciando em julho e encerrando no dia 24 de janeiro de 2021, data do último dia da prova do ENEM, de acordo com o calendário divulgado pelo INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, o participante receberá, além do conhecimento do mesmo nível de um estudante universitário, um certificado com peso de um Centro Universitário de excelência, ao final do curso.

Por meio do desempenho no exame, o participante tem a possibilidade de concorrer a bolsas de estudos, parciais e integrais, em faculdades particulares pelo Prouni Federal e principalmente, conquistar uma vaga em uma universidade pública. Sendo o ENEM, um dos maiores e mais importantes programas de bolsas do país, em instituições de ensino superior.

O curso já era realizado pelas instituições no formato presencial para a população dos municípios da região de Jaguariúna, Indaiatuba e Holambra, todos localizados no interior do estado de São Paulo. Com o objetivo de seguir preparando os candidatos ao exame, o Grupo adaptou as aulas para o formato 100% online e, desta forma, possibilitando que pessoas de todo o território nacional possam ter acesso ao material.  

A iniciativa das instituições é um exemplo de responsabilidade social, pois vem ao encontro do cenário nacional atual que, em decorrência da pandemia de COVID-19, seguindo orientações do MEC (Ministério da Educação), todas as frentes de educação migraram para o online. As aulas oferecidas gratuitamente pelas instituições também demonstram o apoio àqueles que estão desempregados, número que subiu nos últimos meses. Segundo os dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em junho, pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Mensal (PNAD Contínua) houve aumento do desemprego em 12,9% no trimestre encerrado em maio. 

SOBRE AS INSTITUIÇÕES
A UniFAJ, UniMAX, FAAGROH e EAD UniFAJ, fazem parte de um grupo educacional que está no mercado há mais de 20 anos ofertando cursos de graduação, pós-graduação, MBA, extensão e especialização, na modalidade presencial e a distância. 
Com notas máximas no MEC, os cursos das instituições do Grupo levam como filosofia o ensino na prática, priorizando em sua metodologia o protagonismo dos estudantes e desta forma, oferecendo ao mercado de trabalho, profissionais solucionadores de problemas complexos, criativos, aptos para atuarem em diversas áreas dentro de sua formação, entre outras características. 

 Serviço:



segunda-feira, 13 de julho de 2020

Aeroporto de Viracopos amplia medidas contra a COVID 19 e reforça compromisso com a preservação da saúde de todos

Protocolo com 32 ações foi mapeado para preparar terminal diante de retomada gradual de voos por partes das companhias aéreas

Fonte: Assessoria de Imprensa

Foto: Divulgação (Assessoria de Imprensa)
Diante da perspectiva de retomada gradual de alguns voos nos próximos meses por parte das companhias aéreas, o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), ampliou e atualizou medidas de segurança no terminal de passageiros para reforçar o combate ao contágio pela Covid 19. Medidas como ampla higienização, avisos sonoros, sinalização de distanciamento e desinfecção constante, já adotadas nos últimos meses, se somam a uma série de outras ações para o enfrentamento da crise global.
O protocolo estabelecido no aeroporto contempla 32 medidas que elevam o grau de segurança do aeroporto no sentido de promover um ambiente mais limpo e saudável a todos os clientes e colaboradores, além de ampliar as orientações e informações para toda comunidade aeroportuária.
Foram instalados, por exemplo, pelo menos 130 suportes de álcool em gel nos terminais, estacionamentos e áreas administrativas e as sinalizações nos saguões e na praça de alimentação foram remodeladas, visando elevar o nível de orientação e conscientização. Desde o início de março, o aeroporto instituiu um Comitê de Gestão especialmente para gerenciar as questões relacionadas à Covid 19.
Também foi implementada a higienização e desinfecção constante (a cada quatro horas) de diversas partes do aeroporto tais como escadas rolantes, cadeiras, elevadores, balcões, mesas, corrimãos, carrinhos de bagagem e demais aéreas de contato. Os assentos agora possuem espaçamento para proporcionar maior distanciamento entre os passageiros.
Sempre seguindo as normas técnicas e orientações da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o aeroporto adotou ações e soluções em diversas frentes de atuação que compreendem as gestões de recursos humanos, comunicação, mídia aeroportuária, marketing, financeiro e administrativo, operacional, engenharia e meio ambiente, segurança, tecnologia da Informação, entre outros setores, envolvendo todas as áreas do complexo aeroportuário.
Fundamental destacar que as ações implementadas por Viracopos nos últimos quatro meses envolvem sempre parcerias com órgãos públicos, companhias áreas, ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), Ministério da Infraestrutura, ABEAR (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo), Prefeitura de Campinas e Governo do Estado de São Paulo.
Viracopos também integra um Grupo de Trabalho coordenado pelo Ministério da Infraestrutura e pela ANAC no sentido de integrar ações especiais de todo o setor nacional de aviação civil.
“Viracopos cumpre todas as medidas sanitárias e organizacionais no sentido de trazer mais segurança aos passageiros e colaboradores que precisam utilizar a estrutura do aeroporto neste período de risco à saúde de todos. Importante salientar que cada órgão público e cada entidade possui atuação específica e primordial”, disse o diretor-presidente de Viracopos, Gustavo Müssnich.
“O aeroporto cumpre, desta forma, seu papel de promover as melhores medidas que levem o cliente a optar pelo aeroporto, sem nunca nos esquecermos do conforto e da eficiência já notória e reconhecida em pesquisas de satisfação de passageiros que já fizeram o aeroporto ser eleito 13 vezes o Melhor do Brasil”, concluiu Müssnich.    
A concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, administradora do complexo aeroportuário, destaca que é fundamental neste momento que cada um dos clientes aja com bom senso no sentido de usar os equipamentos de proteção e seguir as orientações de distanciamento, respeitando as sinalizações e indicações instaladas nos terminais de passageiros e de cargas.
Outra recomendação do aeroporto é para que os passageiros evitem levar seus familiares e amigos até o terminal, restringindo assim as possibilidades de contaminação e de transmissão do vírus.
Recuperação gradual
A recuperação no setor de aviação apresenta tendência de crescimento gradual e lenta após uma queda brusca registrada a partir de março por causa da pandemia. O aeroporto chegou a ter queda do número de voos de passageiros de 330 movimentos (pousos e decolagens) por dia, em média, para 34 por dia (em março) e 56 por dia (em abril). No mês de maio, houve pequeno crescimento para 72 pousos e decolagens por dia. Já em junho, houve nova elevação por parte das companhias aéreas, chegando a 84 pousos e decolagens por dia, em média. A previsão para julho é de que o movimento diário chegue a 130 pousos e decolagens.
 AÇÕES IMPLANTADAS NO COMPLEXO AEROPORTUÁRIO DESDE FEVEREIRO:
 Com base na estruturação do Comitê de Crise de Viracopos, avaliações dos riscos com equipes técnicas, recomendações de saúde e análises das iniciativas governamentais de apoio ao enfrentamento da crise, a concessionária adotou e gerenciou as seguintes ações:
  Gestão de Recursos Humanos
 No momento de incertezas e preocupações, a ABV teve imenso zelo e cuidado pelos seus colaboradores:
1)           Implantou um Plano de Contingência de Gestão, estruturado nas recomendações do Ministério da Saúde, com a implantação do trabalho remoto para funções específicas, alternância de equipes, banco de horas e antecipação de férias;
2)          Antecipação da compra da vacina contra Influenza;
3)        Desenvolvimento um programa de remanejamento de colaboradores para auxiliar a equipe do Terminal de Cargas durante o período de alta demanda;
4)        Distribuição de EPI’s aos seus colaboradores;
5)          Negociação de um acordo coletivo com o sindicato da categoria, regularizando as alternativas para a continuidade das atividades, dentro do objetivo maior de preservar a vida, o bem-estar e a saúde de todos os trabalhadores.
 Gestão dos Recursos Financeiros
 A intensidade e previsão da durabilidade dos impactos negativos nos recursos financeiros da empresa desencadearam um plano de sobrevivência com ações imediatas de reestruturação dos custos e fluxo de caixa da empresa:
 1)           Redução dos escopos dos serviços e, consequentemente, valores financeiros dos principais contratos comerciais e de prestação de serviços;
2)          Suspensão de contratos de prestação de serviços não urgentes;
3)        Renegociação do pagamento de dívidas, impostos e compromissos estabelecidos no Contrato de Concessão;
4)       Suspensão de investimentos;
5)       Monitoramento e negociação de inadimplências.
 Gestão de Comunicação e Marketing, Imprensa e Mídia Aeroportuária. 
A transparência e a agilidade nas comunicações com os mais diversos públicos foram assertivas e evidentes durante a pandemia:
 1)           Distribuição de comunicados aos colaboradores, clientes, cessionários e imprensa,
2)          Retroalimentação semanal dos principais acontecimentos aos acionistas da companhia;
3)        Reuniões tempestivas online com todos os gestores da ABV;
4)        Encontros quinzenais e virtuais com os representantes dos órgãos públicos atuantes no aeroporto;
5)          Lançamento de campanhas informativas sobre o coronavírus;
6)        Entrevistas concedidas aos principais meios de comunicação (municipal, estadual e nacional);
7)       Interação ampla nas redes e sociais com dicas de proteção e orientações;
8)       ampliação e adequação da sinalização de solo e digital dentro do terminal de passageiros com orientações aos passageiros tais como: manter distância, usar proteção e evitar aglomerações. 
9) alinhamento semanal de ações com participação de Grupo de Trabalho que envolve as áreas de comunicação de todo o setor de aviação civil.
 Gestão Operacional
Devido à importância do aeroporto no combate à COVID-19, um grande esforço foi dispensado pela ABV na manutenção das atividades da empresa, com a implantação de mudanças operacionais e medidas que garantiram a proteção e confiança dos colaboradores e clientes:
1)           Implantação de recebimento remoto de documentos e aprovação online das solicitações de liberação de cargas pertinentes ao Terminal de Cargas;
2)          Comunicação interna e externa por meio de ferramentas online;
3)        Alteração da infraestrutura para o processamento de passageiros, levando em conta a necessidade primordial de preservar o distanciamento social nas salas de embarque;
4)        Demarcação de distanciamento nas posições de fila com margem de segurança de 2 metros;
5)          Anúncios sonoros com orientação aos passageiros alertando quanto aos procedimentos de afastamento;
6)        Estabelecimento de rotina de alocação de portões para as operações, de modo a privilegiar sempre o maior afastamento entre voos;
7)       Estabelecimento de medida de contingência que prevê a retenção dos passageiros no hall de acesso à sala de embarque, para o caso de impontualidades na malha aérea;
8)      Estabelecimento de procedimento padrão de limpeza e desinfecção das estruturas,
9) Estabelecimento de procedimento padrão de permanência de banheiristas fixos nos principais sanitários masculino/feminino das salas de embarque ativas;
10)        Instalação de dispensers de álcool em gel para utilização dos passageiros nos circuitos de embarque doméstico e internacional;
11)          Apoio e orientação da equipe ABV no direcionamento e manutenção do distanciamento entre os passageiros;
12)        Redução da capacidade dos recursos de deslocamento de superfície (ônibus) de 65 passageiros para 30 passageiros/atendimento;
13)       Readequação da sala de embarque para ampliação dos espaços disponíveis para os passageiros (passageiros/m²).


PEQUENO TEATRO DO MUNDO APRESENTA A ÓPERA INFANTO-JUVENIL “ONHEAMA, A INFÂNCIA DE UM GUERREIRO” NA SÉRIE CRIANÇAS #EMCASACOMSESC

Teatro de marionetes retrata a história épica de um guerreiro indígena, com tradições e lendas amazônicas; programação voltada a pais e filhos acontece todos os sábados, ao meio-dia, com transmissão pelo YouTube do Sesc São Paulo e no Instagram do Sesc ao Vivo

instagram.com/sescaovivo

Imagem: Fábio Retti Divulagação SESC-SP




A série Crianças #EmCasaComSesc está no ar há pouco mais de um mês e já trouxe sete atrações para uma audiência de mais de 24 mil visualizações. Neste sábado, 11, a transmissão é com o grupo Pequeno Teatro do Mundo. A apresentação começa ao meio-dia, no perfil do Sesc Ao Vivo no Instagram e no canal do Sesc São Paulo no YouTube.

Com marionetes, a dupla conta a ópera infanto-juvenil “Onheama, a infância de um guerreiro”, do compositor brasileiro contemporâneo João Guilherme Ripper, que retrata a história épica de um guerreiro indígena, abordando tradições e lendas de origem amazônica. A obra conta, por meio de elementos mitológicos e telúricos, a saga do jovem guerreiro Iporangaba, escolhido pelo Xamã para resgatar Guaraci, o sol, que foi engolido pela onça Xivi. Nessa busca, ele conta com a ajuda do Boto-cor-de-rosa e de Iara, seres encantados da mitologia amazônica.

Formado por Fábio Retti e Fabiana Vasconcelos Barbosa, o Pequeno Teatro do Mundo foi fundado em 2015, quando a dupla iniciou suas pesquisas sobre o teatro de marionetes ao mesmo tempo em que construíam uma carroça-teatro. No início de 2017 criaram o primeiro espetáculo, "Rossini por um Fio", apresentado em escolas, festivais e eventos privados. Em seguida veio a ópera "O Menino e os Sortilégios", encenada em espaços culturais, praças, parques e festivais, tais como Parque Buenos Aires, em São Paulo, a 16ª Extrema Mostra Teatro, FITS em Santa Rita do Sapucaí (MG) e o VIII FACCI – Festival de Artes Cênicas de Cachoeiro de Itapemirim (ES).

O grupo também já participou do Festival Internacional de Londrina FILO 50+1, do SESC Encena no Paraná, do Festival da Criança no Teatro em Passos/MG e do Festival Arte Serrinha, realizado em Bragança Paulista. Em maio de 2019, o Pequeno Teatro do Mundo firmou parceria com um dos maiores festivais de ópera da América Latina, o XXII Festival Amazonas de Ópera, apresentando seus dois espetáculos no Teatro Amazonas, em escolas, hospitais e comunidades ribeirinhas e indígenas no interior do Estado. Fábio Retti também atua como iluminador e já assinou o desenho de luz de importantes montagens de ópera do Theatro Municipal de São Paulo e do Theatro São Pedro.

A série Crianças #EmCasaComSesc teve início no dia 23 de maio, e já contou com as apresentações de Palhaça Rubra, Fortuna, Ana Luísa Lacombe, Tiquequê, Marina Esteves, Cia Suno e Cristiano Gouveia. Ela oferece, todos os sábados ao meio-dia, uma atração diferente, ao vivo, para que pais e filhos possam curtir juntos e em segurança diretamente de suas casas. A programação é pensada para o público familiar em tempos de isolamento social por conta do novo coronavírus, que levou ao fechamento das unidades em todo o Estado para evitar a disseminação da Covid-19.

+ Sesc Digital
A presença digital do Sesc São Paulo vem sendo construída desde 1996, sempre pautada pela distribuição diária de informações sobre seus programas, projetos e atividades e marcada pela experimentação. O propósito de expandir o alcance de suas ações socioculturais vem do interesse institucional pela crescente universalização de seu atendimento, incluindo públicos que não têm contato com as ações presenciais oferecidas nas 40 unidades operacionais espalhadas pelo estado. Por essa razão, o Sesc apresenta o Sesc Digital, sua plataforma de conteúdo!

Saiba+: sescsp.org.br.


SÉRIE CINEMA #EMCASACOMSESC ESTREIA MAIS QUATRO FILMES NESTA SEMANA


SÉRIE CINEMA #EMCASACOMSESC ESTREIA
MAIS QUATRO FILMES NESTA SEMANA

A partir de quinta-feira, 9 de julho, a plataforma Sesc Digital disponibiliza clássico de Roberto Rossellini de 1959, além do alemão Manifesto, e duas produções brasileiras, o documentário Todos os Paulos do Mundo e a animação infantil Molly, a Monstrinha

A série Cinema #EmCasaComSesc oferece a cada semana streaming gratuito de filmes em alta qualidade e sem necessidade de cadastro; Para assistir, acesse sescsp.org.br/cinemaemcasa

Fonte: Assessoria de Imprensa do Sesc -SP

A programação de filmes em streaming do Sesc São Paulo, na plataforma Sesc Digital, que reserva a cada semana um espaço exclusivo para as sessões, oferece mais quatro novos títulos a partir desta quinta-feira, 9 de julho. Basta acessar o Cinema Em Casa para conferir longas e documentários, sempre a partir de quinta-feira, com acesso gratuito a qualquer hora do dia para ver e rever e sem necessidade de cadastro. No ar desde 4 de junho, o novo serviço de streaming já ultrapassou 100 mil visualizações, atendendo ao público de diversas regiões do país.

Nesta semana, o #EmCasaComSesc exibe o clássico De Crápula a Herói, de Roberto Rossellini, vencedor do Leão de Ouro de Melhor Filme no Festival de Veneza em 1959. O filme se passa em 1943, na Itália, quando o vigarista e jogador Emmanuele Bertone finge ser coronel do exército para extorquir dinheiro de inocentes que desejam ajudar parentes que estão presos. Quando é preso também, aceita colaborar com a Gestapo, passando-se pelo General della Rovere, que seria líder da Resistência.


Manifesto, do cineasta e multiartista alemão Julian Rosefeldt, trata dos históricos manifestos de arte e como estes podem ser aplicados à sociedade contemporânea. Estrelado por Cate Blanchett, o filme explora os componentes performáticos e o significado político de declarações artísticas e inovadoras do século XX, que vão dos futuristas e dadaístas ao Pop Art, passando por Fluxus, Lars von Trier e Jim Jarmusch.

A partir de quinta, 9, o público pode conferir também o documentário Todos os Paulos do Mundo, de Gustavo Ribeiro e Rodrigo de Oliveira, que mostra a carreira de Paulo José como ator, revista a partir de seus filmes, como os icônicos "Todas as Mulheres do Mundo" e "Macunaíma", passando ainda por "O Padre e a Moça", "Juventude" e "O Palhaço". Ícone do cinema brasileiro, a trajetória de Paulo José serve também como retrato de uma era no audiovisual do país.


Já a animação infantil Molly, a Monstrinha, de Matthias Bruhn, Michael Ekbladh e Ted Sieger, conta a história da pequena monstrinha Molly, que vive dias de ansiedade: assim que sua mãe colocou um novo ovo, Molly percebe que a chegada de um irmãozinho ou de uma irmãzinha era iminente. A monstrinha decide, então, sair em uma longa jornada, que a levará a diversos novos lugares, com o objetivo de compreender o novo papel que desempenhará em sua família que está crescendo.

A programação do Cinema #EmCasaComSesc contempla quatro eixos principais neste primeiro momento. Uma curadoria de clássicos do cinema, em sua maioria cópias restauradas e exclusivas na plataforma; uma seleção contemporânea internacional, com filmes que tiveram uma trajetória relevante em festivais no mundo todo e que merecem uma nova oportunidade de exibição ao público; uma janela dedicada ao cinema nacional, com  produções de grande alcance de público e filmes independentes que merecem maior espaço de exibição – haverá também destaque aos documentários, ponto forte na produção cinematográfica brasileira; e por fim,  uma seleção de filmes infanto-juvenis, visando a formação de público, desde os primeiros anos de vida, para a diversidade do cinema e ampliação do lastro de narrativas.

A iniciativa de oferecer filmes em streaming em sua nova plataforma digital reforça os aspectos que ancoram a ação institucional do Sesc São Paulo, garantindo o acesso a conteúdos da cultura a variados públicos. Com maior presença no ambiente online, o Sesc amplia sua ação de difusão cultural, de maneira acessível e permanente. O público ganha assim mais um espaço para contemplar, descobrir e redescobrir o cinema, a partir de grandes obras selecionadas, disponibilizadas online e gratuitamente.

Os filmes ficam disponíveis por um período determinado, com alterações e novas estreias semanais a cada quinta-feira (considerando a semana de cinema de quinta à quarta-feira). Haverá ainda possibilidade de prorrogação da exibição, conforme a demanda do público, além de sessões especiais por períodos menores (como 24h, por exemplo). A curadoria do Cinema #EmCasaComSesc conta com a experiência do CineSesc, que segue fechado desde o mês de março, por conta da crise causada pelo novo coronavírus.

+ FILMES EM CARTAZ

Quem navega pela plataforma Sesc Digital encontra também outras opções de filmes que permanecem disponíveis para acesso gratuito e irrestrito do público. Em Cinema Em Casa, há o terror surrealista A Hora do Lobo, do sueco Ingmar Bergman, o poético Coração de Cachorro, dirigido pela musicista e multiartista Laurie Anderson, a cópia restaurada de Mamma Roma, de Pier Paolo Pasolini, O Homem da Cabine, de Cristiano Burlan, e os brasileiros Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, o delicado documentário Jonas e o Circo sem Lona, dirigido por Paula Gomes e a animação Historietas Assombradas – O Filme, de Victor-Hugo Borges (atenção: este título fica em cartaz somente até 04/07!). Na plataforma, o público pode assistir também o belo A Carruagem de Ouro, do francês Jean Renoir, o documentário intimista Eu Sou Ingrid Bergman, do sueco Stig Bjorkman, além do documentário Paulinho da Viola - Meu tempo é Hoje e o infantil Miúda e o Guarda-Chuva. Também continuam em cartaz os filmes da última semana: Violência e Paixão (de Luchino Visconti), Paterson (de Jim Jarmusch) e os brasileiros Vou Rifar Meu Coração (documentário de Ana Rieper) e o infantil Corda Bamba – História de Uma Menina Equilibrista (de Eduardo Goldenstein). Também estão em cartaz na plataforma os títulos: Os Palhaços, Garoto Cósmico, Academia das Musas e Ela Volta na Quinta.

CINESESC

Um dos cinemas de rua mais queridos da cidade, o Cinesesc iniciou seu funcionamento em 21 de setembro de 1979, no número 2075 da rua Augusta, na cidade de São Paulo, e se dedica à missão de fomentar a difusão do cinema de qualidade, exibindo obras que muitas vezes ficam fora do circuito comercial nas salas de cinema e plataformas online. Sua programação inclui grandes e pequenas produções do mundo todo.

Além de integrar o corpo de curadores em mostras especiais, o CineSesc também recebe festivais importantes do calendário cinematográfico paulistano, como a Mostra Internacional em São Paulo, Festival Mix Brasil e o Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo, entre outros.  O cuidado com a programação tem reconhecimento do público e da crítica, que o elegeu, por diversas vezes, a melhor sala especial de cinema na cidade de São Paulo.

PROGRAMAÇÃO: Cinema #EmCasaComSesc a partir de 9 de julho

DE CRÁPULA A HERÓI
(Dir.: Roberto Rossellini, França e Itália, 1959, 132 min, Ficção, 14 anos)
Em 1943, na Itália, o vigarista e jogador Emmanuele Bertone, finge ser coronel do exército para extorquir dinheiro de inocentes que desejam ajudar parentes que estão presos. Quando é preso também, aceita colaborar com a Gestapo passando-se pelo General della Rovere, que seria líder da Resistência. Vencedor do Leão de Ouro de Melhor Filme no Festival de Veneza.

MANIFESTO
(Dir.: Julian Rosefeldt, Alemanha, 2017, 98 min, Ficção, 12 anos)
Os históricos manifestos de arte podem ser aplicados à sociedade contemporânea? É isso o que Cate Blanchett tenta responder ao explorar os componentes performáticos e o significado político de declarações artísticas e inovadoras do século XX, que vão dos futuristas e dadaístas ao Pop Art, passando por Fluxus, Lars von Trier e Jim Jarmusch.

TODOS OS PAULOS DO MUNDO
(Dir.: Gustavo Ribeiro, Rodrigo de Oliveira, Brasil, 2018, 80 min, Documentário, 14 anos)
A carreira de Paulo José como ator é revista a partir de seus filmes, dos icônicos "Todas as Mulheres do Mundo" a "Macunaíma", passando ainda por "O Padre e a Moça", "Juventude" e "O Palhaço". Ícone do cinema brasileiro, a trajetória de Paulo José serve também como retrato de uma era no audiovisual do país.

MOLLY, A MONSTRINHA
(Dir.: Matthias Bruhn, Michael Ekbladh, Ted Sieger, Alemanha, Suíça, Suécia, 2016, 70 min, Animação, Livre)
A pequena monstrinha Molly vive dias de ansiedade: assim que sua mãe colocou um novo ovo, Molly percebeu que a chegada de um irmãozinho ou de uma irmãzinha era iminente. A onstrinha decide, então, sair em uma longa jornada, que a levará a diversos novos lugares, com o objetivo de compreender o novo papel que desempenhará em sua família que está crescendo.
  
Serviço:
Cinema #EmCasaComSesc
Toda semana, sempre a partir de quinta-feira, tem quatro novos filmes para streaming:






Hospital Maternidade de Campinas orienta sobre cuidados com os bebês no inverno

Nos meses de inverno os cuidados com os bebês devem ser redobrados, uma vez que o sistema imunológico deles ainda está em desenvolvimento. Manter o calendário de vacinação atualizado é essencial. É recomendável que as gestantes e as crianças, entre seis meses e cincos anos de idade, tomem a vacina contra a gripe, disponível na rede pública
Fonte / Foto: Ateliê da Notícia
Foto: Maternidade - Divulgação ( Ateliê da Notícia)
Todo inverno o aumento da frequência dos casos de infecções virais respiratórias – que atacam o nariz, a garganta e os pulmões - preocupam os profissionais da área da Saúde. Com os bebês os cuidados devem ser maiores pelo fato de não terem, ainda, as defesas do organismo desenvolvidas. Embora as medidas de prevenção sejam simples, como evitar contato com os bebês e manter a boa higienização da casa e dos cuidadores, o Hospital Maternidade de Campinas alerta sobre esses cuidados, todos os anos, a fim de tentar evitar as internações. Os cuidados, este ano, são ainda mais importantes devido a pandemia da Covid-19”, alerta o presidente do Hospital Maternidade de Campinas, Dr. Carlos Ferraz.
O vírus sincicial respiratório, que geralmente é inofensivo para crianças maiores de dois anos e adultos, pode ser perigoso para recém-nascidos. Por isso, nesta época do ano, principalmente, é importante que os pais de recém-nascidos evitem receber visitas de parentes e amigos. Para quem tem bebês, a quarentena deve ser ainda mais rigorosa”, aconselha o Dr Ferraz. Manter o calendário de vacinação atualizado é essencial. “É recomendável que as grávidas e as crianças entre seis meses e cincos anos de idade tomem a vacina contra a gripe, disponível na rede pública”, orienta a diretora técnica do Hospital Maternidade de Campinas, a pediatra Dra. Thiara Ricci da Silva Fogaça
 Resfriado x gripe
Resfriado e gripe são as doenças mais comuns nesta época do ano e que podem afetar as vias respiratórias. Apesar de, muitas vezes, serem confundidas e compartilharem dos sintomas iniciais – nariz entupido e dores no corpo –, trata-se de duas infecções distintas. O resfriado pode ser desencadeado por várias espécies diferentes de vírus e provoca, no máximo, dores leves, tosse, espirros e coriza nasal. Já a gripe é causada por um vírus específico (influenza) e se diferencia principalmente pelos sintomas que aparecem a médio prazo: dores mais intensas do que nos resfriados, náuseas, febre, congestionamento das vias respiratórias e comprometimento do sistema imunológico. É importante estar atento à gripe, uma vez que, ao comprometer o sistema imunológico, ela pode abrir espaço para problemas mais graves, como a pneumonia.
Outra preocupação é com a bronquiolite viral que, embora provoque sintomas semelhantes aos do resfriado ou da gripe, nos bebês ela pode evoluir e provocar inflamação das vias aéreas do pulmão. “Essa inflamação pode ser identificada pelo “chiado” no peito, similar ao de crianças com asma, e pela dificuldade respiratória. Dependendo da gravidade, pode exigir até a internação das crianças em Unidades de Terapia Intensiva”, explica a médica.
Orientações báscias
Uma das orientações mais importantes é que as pessoas com o menor sintoma de gripe, resfriado ou doenças respiratórias evitem o contato com as crianças. Caso não seja possível – se os pais ou irmãos estiverem doentes, por exemplo – recomenda-se o uso de máscaras dentro de casa. É necessário, também, que todos lavem bem as mãos com maior frequência, principalmente ao chegar rua e antes de pegar ou tocar nos bebês. Mesmo as crianças maiores com infecções respiratórias não devem ter contato com outras para evitar uma possível transmissão da doença. Além disso, elas necessitam de repouso e cuidados para a recuperação mais rápida.
É aconselhável que o acompanhamento médico, quando a criança apresentar quaisquer dos sintomas da gripe ou resfriado, seja feito no Centro de Saúde ou em consultórios, evitando-se os prontos-socorros para reduzir o risco do contato das crianças com pessoas que estão ali pelos mais variados problemas de saúde.