CBN

sexta-feira, 24 de agosto de 2018

Alunos do Colégio Liceu conquistam medalha de ouro na Olimpíada Nacional em História do Brasil

Foto Divulgação:
 O professor de História do Colégio Liceu, Daniel Florence
 e os alunos medalhistas de ouro: Lara Fortuna, Guilherme Vital e Juliana Coelho

Fonte / Foto: 
Conceptu Comunicação


Uma prática pedagógica de impacto na educação que vem ganhando cada vez mais espaço são as Olimpíadas de Conhecimento, que existem há muitos anos e reúnem competições de conhecimento em níveis: local, regional, nacional e, até mesmo, internacional. São organizadas por Instituições de Ensino, Associações de Cientistas e outras organizações ligadas ao Conhecimento Científico e ao Ensino na Educação Básica.
Valorizando este importante instrumento pedagógico, o Colégio Liceu Salesiano Nossa Senhora Auxiliadora, de Campinas, com mais de 120 anos de fundação, acaba de conquistar medalha de ouro na 10ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB) realizada no último fim de semana (18 e 19), na Unicamp. 311 equipes participaram da final, num total de 1,2 mil integrantes. O evento contou com representantes de todos os estados brasileiros, exceto o Amapá e foram entregues 75 medalhas: sendo 15 de ouro, 25 de prata e 35 de bronze. A equipe do Colégio Liceu “Sufragistas XXI”, composta pelos alunos da 3ª série do ensino médio: Lara Fortuna, Guilherme Vital e Juliana Coelho, colocaram Campinas no mais alto degrau do evento conquistando a medalha de ouro.
“Sufragistas XXI já haviam conquistado a medalha de prata na 9ª edição do evento em 2017 e contaram com a experiência e dedicação para chegar ao resultado incontestável de estar entre as cinco equipes que abocanharam o ouro pelo Estado de São Paulo”, comemora o orientador do grupo, Daniel Florence. O professor do Colégio Liceu foi o único da cidade de Campinas que chegou à final da ONHB. Mestre em Educação, historiador e cientista social, Daniel vê nas Olimpíadas uma grande ferramenta de produção de conhecimento e socialização do conhecimento histórico.
Para ele, o resultado marcante foi fruto de um projeto olímpico implementado na escola desde 2015. “Com um trabalho centrado no estímulo e participação ativa dos alunos desde o ensino fundamental, o Colégio Liceu consegue nesta edição seu melhor resultado em dez anos do evento”, explica o professor. As outras duas equipes do Liceu que participaram da grande final são formadas por alunas da 1ª e 2ª série do ensino médio e conquistaram a medalha de honra ao mérito, conhecida como “medalha de cristal” e já começam a construir os passos trilhados pelos colegas dourados em direção às colocações mais importantes nos próximos eventos.
"Esta é a primeira vez que conseguimos medalha de ouro e a 10ª edição da ONHB foi considerada a mais difícil e disputada da história do evento. O Colégio Liceu colocou Campinas no topo", disse o professor durante a cerimônia de premiação que contou com a participação de autoridades, familiares de finalistas, historiadores de relevância nacional, além dos estudantes e professores que desembarcaram em Campinas vindos das mais diversas cidades do país.   
E para que todo esse público interagisse antes da final, o Colégio Liceu realizou um encontro mágico. Um evento em que o Brasil todo, mesmo com seus problemas, pôde mostrar que a diversidade e o espírito salesiano podem prevalecer em nossa tão carente  e fragilizada sociedade. Foi um grande aulão pré-prova, que aconteceu no dia 17, às 18h, onde mais de 600 alunos e professores estiveram reunidos no Colégio para vivenciarem um momento único de toda a história da ONHB, confraternizando e discutindo estratégias e dicas sobre a prova final. 
Para a coordenadora da ONHB, Cristina Meneguello, a 10ª edição confirmou o sucesso do projeto, conseguindo atrair novos professores e reafirmar a participação daqueles que tradicionalmente estão na final. “Os alunos trouxeram reflexões relevantes sobre os temas propostos na redação, como a composição do Congresso Nacional e a importância das eleições para a saúde da democracia", disse.
  
A Olimpíada Nacional em História do Brasil
A Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB) é um projeto realizado pelo Departamento de História da Unicamp. A participação ocorre por meio de equipes formadas por um professor e três alunos matriculados nos 8º e 9º anos do ensino Fundamental e todos os anos do Ensino Médio. É composta por seis fases de provas realizadas de forma online, com duração de uma semana cada. As questões de múltipla escolha e realização de tarefas são respondidas pelos participantes por meio de debate, pesquisa em livros, internet e orientação do professor. O método, totalmente inovador, tem como principal objetivo incentivar o desenvolvimento da análise crítica e discussões sobre os mais variados assuntos, por meio de pesquisa e análise de textos, imagens e mapas. Dessa forma, a ONHB consolida-se como uma importante ferramenta de aprendizado do ensino de História. O projeto tem apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTic), do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e do Programa de Pós-Graduação em História da Unicamp. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário