Parceiro Magalu

Parceiro Magalu
Aproveitem as Ofertas

CBN

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Segurança na prática esportiva

Fonte: Adelaine Cruz 
Central de Comunicação

Que a prática de atividade física é promotora de inúmeros benefícios à saúde e à estética isso é fato amplamente defendido pela comunidade médica e divulgado na mídia. No entanto, o que poucas pessoas sabem é que antes de iniciar uma vida esportiva, é importante saber como está a saúde. Segundo a cardiologista do Radium Check-Up, Renata Zancheta Teixeira de Camargo, a atividade física apresenta um grande potencial preventivo, mas pode agravar doenças pré-existentes, sejam elas diagnosticadas ou não. Há doenças cardiológicas que podem apresentar pouco ou nenhum sintoma e se agravarem com a atividade, podendo levar à morte súbita.  “Todos conseguem se recordar de pelo menos um caso de atleta que morreu praticando esporte. Dados do Comitê Olímpico Internacional revelam uma mortalidade média de 29 atletas profissionais por ano, com idade inferior a 35 anos”, explica Renata.

Em linha ao conceito de medicina preventiva e promoção à saúde, o Instituto do Radium decidiu criar mais uma alternativa de check-up endereçada às pessoas que praticam ou pretendem iniciar atividade física, uma vez que o sedentarismo é um grande mal da sociedade moderna e deve ser combatido. A realização de exames preventivos proporciona segurança à pratica esportiva e melhora a performance, estabelecendo metas de desempenho e servindo de base para a elaboração de programas de condicionamento personalizados.
Para evitar surpresas e elevar a qualidade de vida, o Instituto do Radium oferece o Check-Up Fitness, um programa diferenciado de saúde continuada para atletas e pessoas que gostam de praticar esportes, seja profissional ou não, mas não descuidam de sua saúde. Com duração de um período (manhã ou tarde), é desenvolvido e realizado por um corpo clínico especializado em saúde preventiva que faz um Raio X, literalmente, no organismo do paciente.
A finalidade é proporcionar segurança e saúde, para que o praticante atinja suas metas esportivas, seja ela deixar de ser sedentário, melhorar o desempenho esportivo ou controlar doenças, tais como hipertensão, diabetes, osteoporose.
Os programas oferecidos são divididos em três categorias: ouro, prata e bronze. A escolha é feita pelo praticante, conforme suas necessidades e interesses. Para Renata, independentemente do grau de condicionamento físico, todos passam por todas as etapas do programa escolhido. “O que fazemos é individualizar o programa à pessoa. Por exemplo, atletas têm uma programação no teste ergométrico diferente das pessoas que estão começando a fazer atividade física”, destaca a cardiologista.
Ao todo, são 15 tipos de procedimentos realizados: avaliação clínica e cardiológica especializada, avaliação ortopédica, avaliação fisioterápica, avaliação nutricional e orientação alimentar, exames laboratoriais, análise de composição corporal global e segmentada, eletrocardiograma de repouso, teste ergométrico computadorizado, saturação de arterial de oxigênio pré e pós-esforço, ecocardiograma bidimensional com Doppler e mapeamento em cores, avaliação psicológica, avaliação odontológica, avaliação ginecológica, avaliação oftalmológica e avaliação dermatológica.
A frequência para a realização do programa é individualizada e varia de acordo com as características da pessoa, esporte praticado e objetivos propostos. Qualquer um acima dos 13 anos pode fazer, porém os portadores de necessidades especiais devem se informar pessoalmente para análise das adaptações necessárias.
Para saber quem são as pessoas que mais precisam da avaliação médica antes de praticar esportes, basta responder ao PAR-Q, um questionário de prontidão para a atividade física, usado mundialmente para identificação (veja perguntas abaixo). As pessoas que respondem “sim” a uma ou mais perguntas são as fortes candidatas:
1 - Alguma vez um médico lhe disse que você possui um problema do coração e lhe recomendou que só fizesse atividade física sob supervisão médica?
2 - Você sente dor no peito, causada pela prática de atividade física?
3 - Você sentiu dor no peito no último mês?
4 - Você perdeu a consciência ou caiu, como resultado de tonteira ou desmaio?
5 - Você tem algum problema ósseo ou muscular que poderia ser agravado com a prática de atividade física?
6 - Algum médico já lhe recomendou o uso de medicamentos para a sua pressão arterial, diabetes, colesterol alto, para circulação ou coração?
7 - Você tem consciência, através da sua própria experiência ou aconselhamento médico, de alguma outra razão física que impeça sua prática de atividade física sem supervisão médica?
Serviço
Radium Check-Up
Rua Pero Lopes, 820, Taquaral, Campinas-SP
Telefone: 3254-0225
Site: http://www.radiumcheckup.com.br/
Contato: checkup@radium.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário